Mini-Cursos

Conteúdos e Características dos "Mini-Cursos" de 4 horas- dia 25

MC 06  - BIM – Building Information Modeling

Entidade Formadora: XISPOLI Engenharia, Lda (Engº Manuel Tender)

  • Apresentação da tecnologia
  • Vantagens globais
  • Vantagens para a prevenção
  • Pormenorização de áreas em que o BIM pode ter vantagens
  • Casos práticos

 

MC08 – "Fadiga Ocupacional"

Entidade Formadora: Mst. Victoria Paul

  • O que é a Fadiga ?
  • Tipos de Fadiga
  • Compreender o Sono
  • O Ritmo ou Ciclo Circadiano
  • Reconhecer a Fadiga
  • Causas e Consequências da Fadiga
  • Gestão do Risco de Fadiga
  • A Fadiga no Local de Trabalho e os riscos
    • Compreender os riscos numa operação 24/7
    • A fadiga no trabalho seus efeitos sobre a saúde
  • Trabalho extraordinário, trabalho noturno e trabalho por turnos
  • Sistemas de organização de turnos bio compatíveis
  • Fadiga e Produtividade
  • Implementação de um Plano / sistema de Gestão da Fadiga
  • Indicadores de Fadiga
  • Aposta tecnológica e comportamental no combate à fadiga
  • Ferramentas para a gestão da fadiga
  • Estratégias para combater a fadiga
  • Investigação de Incidentes/Acidentes e Melhoria Contínua
  • Critérios internacionais
  • As suas responsabilidades
  • Forum

 

MC21 - "Sinalização de Segurança no âmbito da Segurança no Trabalho"  

Entidade Formadora: SINALUX (Sr. Sérgio Mendes)

  • Sinalização de segurança
    • Princípios gerais e características técnicas
      • Formas e cores de segurança
      • Dimensões e distâncias de observação
      • Condições de iluminação
      • Propriedades fotoluminescentes
    • Enquadramento Legal e Normativo
      • Enquadramento legal nacional
      • Enquadramento normativo nacional
      • Enquadramento normativo internacional
  • Safety Way Guidance Systems (SWGS)
    • Sinalização ao nível superior
      • Tipos de sinalização e sua fixação
      • Vias de evacuação, botões de alarme e meios de combate ao incêndio
      • Perigo, Proibição e Obrigação
    • Sinalização ao nível Intermédio
      • Portas de evacuação (tipos de porta e meios de abertura)
      • Equipamentos (instruções de utilização, cortes e procedimentos)
      • Plantas de emergência
      • Perigo, Proibição e Obrigação
      • Delimitação de obstáculos
    • Sinalização ao nível do solo
      • Sistema de orientação para caminhos de evacuação de segurança
      • Portas de saída e de "não é saída"
      • Marcação de degraus e corrimãos
  • Parte Prática
    •  Sinalux Project
      • Introdução ao Sinalux Project
      • Elaboração de projetos de sinalização de segurança
      • Orçamentação (mapa de custos e quantidades)
      • Memórias descritivas      
    • Sinalux App

 

MC 26 – "Amianto – Prevenção e Procedimentos"

Entidade Formadora: RESILEI (Engª Elisabete Reis)

  • Características do amianto e de materiais de construção contendo amianto (MCA)
  • Riscos profissionais associados à exposição/contacto com as fibras de amianto
  • Procedimentos seguros para actividades que envolvam amianto
  • Decreto Lei n.º 266/2007 de 24/07 e Portaria n.º 40/2014 de 17/02, legislação em vigor nesta matéria
  • Efeitos na saúde dos trabalhadores
  • Procedimentos de remoção + transporte + descarga de MCA
  • Controlo da exposição e EPI
  • Plano de trabalhos para remoção de MCA
  • Notificações à ACT
  • Requisitos em matéria de vigilância médica

 

MC 27 – "Iluminação – como realizar medições e efectuar cálculos"

Entidade Formadora: ASVDS (Mst. António Ribeiro)

  • Componente Teórica
    • Introdução
    • Propriedades da luz
    • Conceitos enquadrantes da visão
    • Objectivos, parâmetros, unidades e equipamentos de medição
    • Factores de risco e efeitos da exposição (ambiente físico)
    • Legislação e Normas Técnicas (valores recomendados)
  • Componente Prática
    • Interpretação das características das lâmpadas
    • Cálculo de luminárias
    • Execução de medições (posto de trabalho)
    • Relatório de iluminância (análise ergonómica do trabalho)
    • Medidas de Prevenção e Protecção

 

MC 39 – "Inspecção e Certificação de EPC e de EPI Anti-Queda. Resgate em Trabalhos em Altura

Entidade Formadora: JORGE LOZANO, Lda (Sr. Jorge Lozano)

  • Componente Teórica
    • Identificação e Selecção de EPI Anti-Queda
    • Legislação, regulamentação e Directivas
    • Normas Europeias e Portuguesas em vigor
    • Decreto-Lei 50/2005 e Norma EN365
    • Equipamento Colectivo e Individual
    • Exemplificação e Aplicação de Soluções Colectivas
    • Kit Individual e Kit para Operações de Resgate
    • Responsabilidades da Empresa e do Técnico
    • Características específicas dos Trabalhos em Altura
    • Uso, Manutenção e Inspecção de um EPI Anti-Queda
    • Visionamento de um Filme
  • Componente Prática
    • Manutenção de Kits Individuais e de Operações de Resgate
    • Revisão Periódica e Inspecção para Certificação
    • Pessoa/Entidade Competente e Comprovação de Experiência
    • Listas de Verificação, Inspecção e Certificação

 

Conteúdos e Características dos "Mini-Cursos" de 4 horas dia 27

MC 04  - "Comunicação na SST"

Entidade Formadora: Dr. Luís Lopes

  • O que é comunicar;
  • Elementos da comunicação e Processo da comunicação;
  • Tipos de comunicação;
  • Comunicação e Informação;
  • Comunicação individual e de grupo;
  • Comunicação e liderança;
  • A importância da comunicação na motivação;
  • Obstáculos na comunicação;
  • Comunicação em SST – O que diz a lei?;
  • SST  - A mensagem e a sua transmissão;
  • A Comunicação e a Sinalética de Segurança;
  • Principais erros de comunicação em SST;
  • A comunicação e o “Marketing” da SST;
  • A eficácia da comunicação – um factor para a mudança.

 

MC 15 - "Produtos Químicos – armazenamento, manuseamento e controlo – casos práticos"

Entidade Formadora: FARPROTEC (Engº Miguel Pais)

  • Componente Teórica:
    • Identificação de sistemas de armazenamento de produtos químicos
    • Breve alusão à legislação Nacional e Europeia
    • Lista de verificação para armazenamento de substâncias perigosas e Identificação de “pontos quentes” (de risco) nas instalações
    • Correcta identificação e separação entre líquidos inflamáveis e não inflamáveis e a importância das Fichas de Dados de Segurança. Novos símbolos de identificação dos químicos perigosos
    • Importância de implementar um plano preventivo e de resposta a derrames
    • Preparação das instalações para transporte seguro dos químicos
    • Recipientes de Segurança e sua respectiva classificação
    • Minoração do risco do fogo/chispa/explosão no armazenamento e importância da “ligação segura à terra” dos bidons e outros meios de armazenamento
    • Quando o derrame ocorre: guia de procedimentos de resposta para Derrames de emergência em 9 pontos
    • Identificação do melhor sistema ou absorvente para delimitar/conter/eliminar o mesmo
    • Descontaminação e eliminação correcta dos resíduos resultantes do derrame
    •  Auditoria Ambiental “interna”, preparatória
  • Componente Pratica:
    • Simulação de um derrame no exterior
    • Práticas relacionadas com a resposta ao mesmo: preparação, delimitação, contenção, etc.
  • Resumo final

· 

 MC 16 - "Primeiros Socorros e Suporte Básico de Vida"

Entidade Formadora: a confirmar

  • Cadeia de sobrevivência
  • Suporte básico de vida
    • Exame primário e exame secundário da vítima
    • Compressões torácicas
    • Ventilação boa-a-boca
    • Suporte Básico Vida Adulto
    • SBV dois socorristas
    • Posição lateral de segurança
  • Breve referência a socorros não essenciais (queimadura, insolação, hipoglicémia,....)

 

MC 18  - "Manutenção de Extintores e Extinção de Incêndios"

Entidade Formadora: BM de Leiria (Mst. Humberto Morgado)

  • Extinção de Incêndios (NP EN 2, NP 1800)
    • Classes fogo – A B C D F
    • Agentes extintores
    • Agente químico húmido para a classe F
    • Técnica e manuseamento de extintor na extinção de foco incêndio real
  • Manutenção de extintores (NP 4413)
    • Periodicidade da manutenção e carregamento de extintores
    • Critérios de rejeição de extintores
    • Provas hidráulicas (Extintores de CO2)
    • Relatórios e etiquetas de manutenção
  • Extintores (Portaria 1532/2008, NP EN 3-7)
    • Sinalização e localização
    • Dimensionamento e equivalências ao agente extintor padrão
    • Eficácia do extintor segundo o fogo-tipo

 

MC20 – Ambiente Térmico – Conforto e Stress Térmico

Entidade Formadora: EXIMO

  • Introdução
  • Enquadramento Normativo
  • Índices de Conforto Térmico: PMV e PPD
  • Índice de Stress Térmico: WBGT
  • Simulação de avaliação de Conforto Térmico (Manuseamento do equipamento LSI-Lastem M-log)
  • Simulação de avaliação de Stress Térmico (Manuseamento do equipamento LSI-Lstem Heat Shield)
  • Tratamento de dados e emissão de relatório de avaliação utilizando o software específico LSI-Lastem Gidas TEA

 

MC 36 – "Análise Ergonómica do Trabalho – princípios para a prática"

Entidade Formadora: APERGO (Prof. Doutora Teresa Cotrim)

  • O que é a Ergonomia
  • Pressupostos da Análise Ergonómica
  • Exercícios Práticos

 

MC 37 – "Acidentes de Trabalho, Responsabilidade Civil e Criminal, Tipos de Seguros aplicáveis"

Entidade Formadora: GENERALI (Dr. Luís Galrão, Dr. Hélder Ferreira)

  • Subscrição
    •  Actividade
    • Dimensão
    • Indicadores sócio-culturais
    • Histórico
  • Gestão do contrato
    • Apólice – qualidade da informação e seu impacto
    • Deslocações e Repatriamento
    • Plataforma electrónica
  •  Loss Prevention
    • Selecção de risco
    • Análise de risco
    •  Relatório de recomendações
    • Acompanhamento e monitorização de recomendações
    •  Consultadoria
    • Definição e apresentação do perfil de sinistralidade
    •  Informação de suporte
  •  Sinistros
    •  Prestadores
    •  Plataforma electrónica gestão sinistros
    •  Peritagens/Averiguações
    • Participação e consulta de sinistros por internet - valências
    • Receituários
  •  Caso prático de uma acção de Prevenção

 

 MC 40 – LEAN Safety - conceitos e aplicações

Entidade Formadora: ISEP-IPP (Mst. Engº José Carlos Sá)

  • Mudança da cultura da segurança, através da filosofia LEAN
  • Integração da segurança na filosofia LEAN
  • Mudança do pensamento na organização
  • Ferramentas LEAN na segurança
  • Investigação de incidentes/acidentes
  • Promoção da Segurança
  • Indicadores para a segurança
  • O caminho para uma segurança de classe mundial na organização

Conteúdos e Características dos "Mini-Cursos" de 16 horas dias 25 e 27

MC12 - “Ruído Laboral”    (16 horas)   

Entidade Formadora: dbWave.i (Dr. João Figueiredo)

  • Conceitos Fundamentais
    • Som Vs Ruído
      • Natureza do Som
      • Recepção
      • Velocidade
    • Características do Som
      • Amplitude, Frequência, Comprimento de Onda
      • Escala de Decibel, Nível de Pressão Sonora
    • Medição do Som
    • Ruído Vs Homem
    • “Medidas Preventivas e Controlo de Ruído nas Indústrias”
  • Legislação Laboral  - D.L. 182/2006
    • Valores Limite de Exposição e Valores de Acção
    • Ficha Individual do Trabalhador
    • Informação e Formação dos trabalhadores
  • Medição e Análise
    • Medição do Ruído
    • Cálculo da Exposição do Pessoal diária ao Ruído  (LEX, 8h) e Média Semanal (LEx,8h) e Efetiva (LEX, 8h, efect)
    • Escolha de Protetores Individuais
    • Cálculo de Incertezas segundo a Norma NPEN ISO9612:2009
    • Simulação de ensaio

NOTA: Este curso garante a formação específica considerada como adequada para a realização de medições de Ruído Laboral

 

MC 29 – Aplicação Prática do DL 50/2005

Entidade Formadora: CIFESP (Engº Vítor Ribeiro)

  • Organização do Diploma Legal
  • Termos, Definições e Conceitos Base
  • Cap. II - Requisitos
  • Criação de Listas de Verificação
  • Aplicação prática das listas de verificação e dos requisitos em veiculos industriais
  • Discussão dos resultados

NOTA: Uma vez que este curso terá uma forte componente prática e de trabalho, os participantes deverão ser portadores do DL 50/2005 e de um portátil.

 

MC 35 – "Implementação de Sistemas Integrados – Ambiente, Qualidade e Segurança"

Entidade Formadora: Prof. Doutor José Pedro Domingues (UMinho, DPS)

  • Introdução.
  • Sistemas integrados de gestão como resposta a desafios de futuro: Sustentabilidade, Indústria 4.0, Internet of Things e Economia Circular
  • Propriedades emergentes da integração de sistemas de gestão
  • Difusão de sistemas integrados de gestão
  • Limitações de sistemas de gestão não integrados
  • Benefícios decorrentes da integração de sistemas de gestão
  • Obstáculos comummente enfrentados durante o processo de integração
  • Estratégias para superação dos obstáculos enfrentados
  • Modelos de integração
  • Níveis de integração
  • Auditorias em contexto integrado
  • Estratégias para a integração - Prós e Contras
  • Frameworks, guidelines e normas de apoio ao processo de integração de sistemas de gestão
  • Linhas de orientação para a implementação de um sistema integrado de gestão
  • Gestão da informação em contexto integrado
  • "Do’s" e "Don’ts" a ter em conta durante o processo de integração
  • A integração de sistemas com base na ISO 9001:2015, ISO 14001:2015 e ISO 45001:2018
  • Conceito integrador - Pensamento baseado no risco
  • O anexo SL
  • Monitorização e Maturidade de sistemas integrados de gestão - O IMS-MM©
  • Investigação académica no domínio dos sistemas de gestão e do processo de integração
  • Sistemas integrados de gestão como sistemas adaptativos complexos
  • Sumário e Conclusões

    

MC 38 – MAP – Fundamentos e exemplos práticos

Entidade Formadora: EngSegInc (Mst. Engª Elisabete Cordeiro)

  • Identificação do quadro legal e normativo relacionado com as MAP
    • Classificação das utilizações-tipo
    • Classificação dos locais de risco
    • Factores de risco
    • Categorias de risco
    • Diagnóstico das condições segurança dos edifícios existentes
    • Custo da implementação das MAP (Taxas e coimas)
  • Dimensionamento, elaboração e manutenção das MAP
    • Organização da Segurança
    • Estrutura do serviço de segurança ao incêndio (SSI)
    • Funções do SSI em exploração normal
    • Funções do SSI em caso de incêndio
    • Funções do SSI no decurso da evacuação
    • Registos de segurança
    • Procedimentos e plano de prevenção
    • Procedimentos de emergência e plano de emergência
    • Equipa de Segurança
    • Simulacros
  • Organização de simulacros
    • Tipo de simulacros
    • Guia do simulacro
    • Relatório do simulacro
  • Implementação das MAP
    • Etapas com vista à implementação das MAP
    • Técnicas e ferramentas de apoio à implementação das MAP
    • Casos de Estudo

 

Conteúdos e Características dos "Mini-Cursos" - dia 25 (8 horas)

MC09 - “Espaços Confinados”   

Entidade Formadora: OUTSIDEWORKS (Engº Tiago Fernandes)

  • Caracterização de um espaço confinado
  • Riscos associados ao trabalho em espaços confinados
  • Autorização de entrada
  • Equipamentos de proteção Individual
  • Sistemas de trabalho
  • Plano de resgate
  • Dispositivos de ancoragem Tipo B
  • Resgate com recurso a tripé

 

MC11- “Directiva Seveso”      

Entidade Formadora: CRZD Solutions (Engº Carlos Carrazedo)

  • Enquadramento legal: Decreto-Lei n.º 150/2015 de 5 de Agosto e regulamentação relacionada aplicável
  • Obrigações do operador:
    • Avaliação da compatibilidade de localização
    • Obrigações em Caso de Acidente Grave
    • Comunicação
    • Política de Prevenção de Acidentes Graves
    • Relatório de Segurança
    • Sistema de Gestão de Segurança para a Prevenção de Acidentes Graves (SGSPAG)
    • Auditoria ao sistema de gestão de segurança (SGSPAG)
    • Plano de Emergência Interno
    • Plano de Emergência Interno Simplificado
    • Divulgação de informação ao público
    • Informação para Cadastro de Zonas de Perigosidade
  • Enquadramento legal no Regime de Segurança Contra Incêndios Decreto-Lei n.º 220/20008 alterado pelo Decreto-Lei n.º 224/2015 de 9 de Outubro para estabelecimentos Seveso:
    • Âmbito de aplicação
    • Obrigações do operador
    • Plano de segurança interno versus documentação Seveso
    • Procedimentos e registos de segurança das MAP versus procedimentos do SGSPAG

Nota: Os participantes neste curso poderão adquirir em condições vantajosas o livro dos TLV da ABHO, o único autorizado em Português. Para o efeito, deverão contactar a Comissão Organizadora através do endereço: vdseg@vdseg.pt

 

MC 28 – ISO 45001 - ESGOTADO!!!

Entidade Formadora: CEDROS (Mst. Luís Coelho)

  • Estrutura de Alto Nível – estrutura normalizada das normas de Sistemas de Gestão
  • Análise das alterações relativamente à OHSAS 18001:2007
  • Requisitos da nova norma (versão em vigor)
  • Termos e definições
  • Contexto da organização
  • Liderança e participação dos trabalhadores
  • Planeamento, incluindo acções para tratar riscos e oportunidades – Pensamento baseado no risco e identificação de perigos e avaliação de riscos para a SST
  • Apoio
  • Operacionalização
  • Avaliação do desempenho
  • Melhoria

 

MC 30 – ATEX

Entidade Formadora: GECITE (Doutor Víctor Cardoso)

  • Enquadramento Legal
  • Generalidades
  • Tipos  e  características  das  substâncias perigosas
  • Classificação das áreas perigosas
  • Medidas de prevenção e protecção
  • Avaliação dos riscos existentes
  • Equipamentos e ferramentas ATEX
  • Manual de protecção contra explosões

 

MC 31 – Métodos de Avaliação do Risco Ergonómico – selecção e aplicação prática

Entidade Formadora: Un. Int. de la Rioja (Mst. Ivan Fernandez)

  • Avaliação do risco ergonómico, identificação de factores de risco
  • Justificação da selecção das metodologias de avaliação
  • Avaliação de Posturas Forçadas. Método OWAS (Ovako Working Analysis System)
  • Avaliação de Manipulação Manual de Cargas. Equação NIOSH (The National Institute for Occupational Safety and Health), Metodologia do peso máximo recomendado (RWL: Recommended Weight Limit)
  • Avaliação de Movimentos repetitivos. Método OCRA (Occupational Repetitive Action)

 

MC 32 – Vibrações no Local de Trabalho

Entidade Formadora: dBwave.i (Engº Carlos Aroeira)

  • Vibrações transmitidas ao Sistema Mão Braço
    • Enquadramento legislativo e normativo
    • Máquinas que geram risco de exposição
    • Tempos de exposição
    • Medição de vibrações e informação dos fabricantes
    • Cáculo da exposição
    • Medidas práticas para redução da exposição dos trabalhadores
  • Vibrações transmitidas ao corpo inteiro
    • Enquadramento legislativo e normativo
    • Máquinas que geram risco de exposição
    • Tempos de exposição
    • Medição de vibrações e informação dos fabricantes
    • Cálculo da exposição
    • Medidas práticas para redução da exposição dos trabalhadores

 

MC 33 – Avaliação de Risco – aplicação prática de Métodos

Entidade Formadora:ISEP-IPP (Mst. Engº José Carlos Sá)

  • Os princípios gerais de prevenção e a avaliação de riscos
  • O objectivo da avaliação de riscos na prevenção
  • A importância da identificação dos riscos na concessão do sistema de segurança e higiene do trabalho
  • A importância da gestão do risco ocupacional
  • Métodos e modelos de avaliação de riscos:
    • Método de FIOH
    • Método William Fine
    • Método Probabilidade e Consequência
    • Método JAM
    • Método das Matrizes
    • Método Arvore de Eventos
  • Análise e avaliação de casos reais – apresentação de casos práticos através de texto e/ou imagens

 

MC 43 – Protecção Respiratória em Contexto Hospitalar

Entidade Formadora: ABHO (Engº Vladimir Vieira)

  • Caracterização de bio-aerosol e agentes biológicos
  • Classificação dos principais EPR para agentes biológicos
  • O uso da máscara cirúrgica e a PFF2. A PFF2 X N95 (FFP2 X N95)
  • Verificação da vedação e ensaios de vedação
  • Conteúdo mínimo de um Programa de Proteção Respiratória (PPR)

Conteúdos e Características dos "Mini-Cursos" - dia 27 (8 horas)

MC22 - “Protecção Ocupacional para Radiações Não-Ionizantes”   

Entidade Formadora: FUNDACENTRO, Dr. Robson Spinelli

  • Identificação das radiações não ionizantes
  • Possíveis fontes de exposição ocupacional
  • Métodos de avaliação ocupacional
  • Limites ocupacionais e meios de interpretação ambiental
  • Mecanismos de controlo da exposição ocupacional
  • Discussão de casos

 

MC23 - “Transporte Rodoviário de Matérias Perigosas - A Cultura da Segurança e a Resposta às Emergências”   

Entidade Formadora: GECITE (Doutor Víctor Cardoso)

  • Módulo I (Carga horária 2,5 horas – das 09:00 às 11:30 horas)
    • I.1 – Apresentação
    • I.2 – Objectivos da formação
    • I.3 – Mercadorias perigosas. O que são?
    • I.4 – Os primórdios da segurança no transporte de mercadorias perigosas
      • Transporte por caminho-de-ferro
      • Transporte Fluvial
      • Transporte Marítimo
      • Transporte Aéreo
      • Transporte Rodoviário
      • Transporte Dutoviário
    • I.5 – O desenvolvimento dos transportes de mercadorias perigosas
    • I.6 – Delimitação entre manuseamento e transporte de produtos perigosos
    • I.7 – Demarcação técnica e legal
    • I.8 – Fichas de Dados de Segurança e Instruções escritas (Fichas de segurança de transporte)
    • I.9 – Armazenagem de produtos perigosos
    • I.10 – Acidentes e Proteção do Ambiente
    • I.11 – Segurança Técnica vs Segurança Pública
  • Módulo II (Carga horária 1,5 horas – das 11:30 às 13:00 horas)
    • II.1 – Fatores de Risco no Transporte Rodoviário de Mercadorias Perigosas
    • II.1.1 – Segurança Operacional (ADR e ASRA)
    • II.1.2 – Motoristas – Aptidões e Competências
    • II.1.3 – Os Fatores de Risco
    • II.1.4 – Acidentes e seus reflexos
  • Módulo III (Carga horária 2,5 horas – das 14:00 às 16:30 horas)
    • III.1 – Riscos e Danos Ambientais
    • III.2 – Prevenção de Acidentes
    • III.3 – Atuação em Situações de Emergência
  • Módulo IV (Carga horária 1,5 horas – das 16:30 às 18:00 horas)
    • IV.1 – Simulacro de Emergência
    • IV.1.1 – O que são e para que servem
    • IV.1.2 – Tipo Exercício
    • IV.1.3 – Local
    • IV.1.4 – Situação
    • IV.1.5 – Missão
    • IV.1.6 – Execução
    • IV.1.7 – Área Abrangidas
    • IV.1.8 – Instruções de Coordenação
    • IV.1.9 – Elementos Envolvidos
    • IV.1.10 - Entidades externas envolvidas
    • IV.1.11 – Cenário e Guião
    • IV.1.12 – Reunião final de avaliação e conclusões retiradas do simulacro

 

MC24 - “Equipamentos sob Pressão”   

Entidade Formadora: ISQ (Engº Rui Mendes)

  • Parte I - Conformidade de Equipamentos destinados a conter um fluido sob pressão: DL 211/99
    • Marcação CE
    • Classificação dos equipamentos
    • Módulos de garantia da qualidade
    • Aspectos mais relevantes da Directiva
  • Parte II - Regulamento de Instalação, funcionamento, Reparação e Alteração de Equipamentos Sob Pressão: DL111-D/2017
    • Equipamentos abrangidos
    • Âmbito dos Organismos de Inspecção
    • Âmbito das Entidades Oficiais e Fiscalizadoras
    • De que forma se classificam os equipamentos
    • Procedimentos para a legalização de equipamentos
    • Procedimentos para a legalização de reparação e/ou alteração de equipmentos

 

MC 34 – "Montagem, Desmontagem e Inspecção de Andaimes" 

Entidade Formadora: CIFESP (Engº Luís Augusto)

  • Generalidades
  • Tipologias de andaimes
  • Andaimes normalizados
  • Aplicações de andaimes
  • Segurança dos andaimes
  • Prática de montagem, configuração e desmontagem de andaime normalizado
 

MC 41 – Investigação de Acidentes de Trabalho - Métodos e exemplos práticos - ESGOTADO!!!

Entidade Formadora: IFPE (Mst. Engª Fabrício Varejão)

  • Introdução
  • Importância da Investigação e Análise de Incidentes e Acidentes de Trabalho
  • Conceitos fundamentais aplicados à prevenção de acidentes
  • Metodologias de Investigação de Acidentes
  • Técnicas de Análise de Acidentes do trabalho
  • Elaboração de Relatórios de Incidentes e Acidentes de Trabalho
  • Planos de ações preventivas
  • Responsabilidades Técnicas e Legais sobre ocorrências laborais
  • Estudos de caso
  • Reflexões sobre o tema e finalização

 

MC 42 – Concepção de Sistemas de Segurança

Entidade Formadora: ISP-PUJ (Mst. William Barón)

  • Teoria de sistemas
  • Sistema de trabalho
  • Interface / Interacção
  • Identificação de perigos
  • Medidas de controlo / Níveis de segurança
  • Fiabilidade
  • Resiliência
  • Segurança como propriedade emergente
  • Modelo / Estruturação do sistema de segurança